“O Pescador e o Gênio” se inspira no “Livro das Mil e Uma Noites”

Espetáculo conta a história de dois homens que tiram do mar uma misteriosa garrafa

Assim como em “Miliuma”, em cartaz na Paideia Associação Cultural até este domingo (3), outra peça na cidade se inspirou no “Livro das Mil e Uma Noites”. O espetáculo apresentado no Sesc Pinheiros, porém, aborda apenas um conto: “O Pescador e o Gênio”, levado ao palco pelo Grupo Delivre Delírios. Abigail Tatit e Marcelo Pessoa dirigem a montagem e interpretam uma dupla de pescadores que enfrenta uma fase difícil. Na rede deles, nada de peixes, apenas algas e lixo. Mas uma garrafa suspeita chama sua atenção. Animados com a possibilidade de ser a lâmpada perdida de um gênio, os dois entram num impasse sobre retirar a tampa e verificar o conteúdo do recipiente. É quando se recordam de uma antiga lenda, sobre um pescador idoso em um dia fraco como o deles no mar. O humilde velhinho também encontra uma garrafa estranha e, ao quebrar o lacre, libera um malévolo gênio aprisionado ali há milhares de anos. Prestes a encarar a morte, ele precisa usar sua inteligência para prender novamente o espírito do mal.

+ Confira as estreias de cinema da semana

+ O melhor da semana para as crianças

O espetáculo começa com um bonito conjunto de imagens projetadas atrás do palco, acompanhado por uma sequência de mímicas e pelas suaves músicas compostas pelo violonista Jonas Tatit, filho do músico Luiz Tatit, fundador do grupo Rumo — a atriz Abigail Tatit é irmã de Luiz. No cenário simples, no qual um carrinho de mão se torna um barco e apenas o barulho das ondas representa o mar, os dois atores se revezam nos vários personagens e dão à plateia a oportunidade de exercitar a imaginação. Sobressai a engraçada caracterização de Pessoa no momento em que ele calça duas altíssimas botas para dar vida ao vilão. “O Pescador e o Gênio” é a segunda parte de uma trilogia do Grupo Delivre Delírios. A primeira foi “O Vaso Vazio”, de 2010, baseada numa lenda chinesa. Ainda sem data de estreia prevista, o último episódio vai tratar de um conto tradicional africano.

AVALIAÇÃO ✪✪✪

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s