Nos anos de 1950, leite era ordenhado na hora

Ainda não havia leite no saquinho (de 1968), muito menos na caixinha (de 1972, mas popularizado quase duas décadas depois). Ordenhadas na hora, cabras (como nesta foto, do início dos anos 50) e vacas circulavam pelas ruas da cidade até a metade do século XX. Os vendedores, em grande parte imigrantes portugueses, usavam cornetas e buzinas para atrair a freguesia, que trazia suas próprias leiteiras e galões. “Acredito que ainda exista gente comercializando leite assim na periferia”, diz João Castanho Dias, autor do livro 500 Anos de Leite no Brasil, lançamento da editora Calandra.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s