Nomes de imigrantes japoneses em arquivos são traduzidos

Fluente em japonês, a nissei Emiko Nakashima é um dos oitenta descendentes que transcreveram do kanji para o alfabeto romano 210 000 nomes de imigrantes. Eles estudaram documentos da Companhia de Emigração do Japão. O resultado, um banco de dados precioso onde se pode até mesmo saber qual foi o barco que trouxe cada família, será aberto à consulta na mostra O Japão em Cada um de Nós, que ficará no Espaço de Exposições do Banco Real (tel: 3044-5142) de 21 de maio a 18 de julho.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s