Motorista é condenado por atropelar e matar grávida

Pâmela Fernandes de Almeida foi atingida por carro que disputava racha em rua na Zona Leste 

A Justiça paulista condenou, no início deste mês, dois acusados de participar de um “racha” que terminou com a morte de uma jovem grávida. O caso aconteceu em junho de 2011. Cabe recurso à condenação.

+ Jovem de 17 anos é morto ao brincar de roleta-russa

Luiz Diogenes da Silva foi condenado a sete anos e sete meses de prisão, em regime semiaberto, por atropelar e matar Pâmela Fernandes de Almeida, que tinha 21 anos e estava grávida de quatro meses. Já Emerson Nunes de Oliveira cumprirá pena de sete meses de detenção em regime semiaberto por dirigir sem habilitação. Eles poderão recorrer da decisão em liberdade.

+ Vigias são presos sob suspeita de participar de roubo a banco

O atropelamento aconteceu quando os dois rapazes disputavam um racha na Rua Lagoa de Esmoriz, na região de Guaianases, Zona Leste. Luiz Diogenes perdeu o controle do carro e atingiu Pâmela. Eles tentaram fugir sem prestar socorro à vítima. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s