Moradores criam oposição a síndico de edifício

O estopim para a revolta foi a construção de uma sauna em uma parte elevada do terreno do condomínio

A fisioterapeuta Lia Bernardete Dias encabeça a oposição ao síndico do edifício em que mora, em Santana. “Ele se mantém no poder desde 2005 graças a 28 procurações que diz ter amealhado com outros moradores, mas se recusa a mostrá-las”, reclama ela, que em março do ano passado entrou na Justiça para ter acesso aos documentos.

“Ele se considera o xerife do prédio e faz o que quer sem consultar os demais proprietários”, afirma outra moradora, a dona de casa Cláudia Azevedo.

O estopim para a revolta foi a construção de uma sauna em uma parte elevada do terreno do condomínio. Para ir até lá é preciso encarar cerca de sessenta degraus de uma escada íngreme. “Nossa vizinhança, composta principalmente de velhinhos, jamais se beneficiará dessa obra, cujo custo desconhecemos”, protesta Lia.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s