Vandalismo: monumento é revitalizado e grelhas de sarjeta são trocadas

Obra que relembra morte de armênios será reinaugurada em novo local; roubo de grelhas gera prejuízo de 1 milhão de reais

Novo monumento velho

Da obra original, concebida pelo escultor José Jerez Recalde e inaugurada em 1966, sobrou apenas a parede de granito preto. As estátuas e os adornos feitos de bronze haviam sido roubados. A base de pedra estava completamente pichada. Ao meio-dia deste domingo (25), porém, o monumento que relembra a morte de 1,5 milhão de armênios pelos turcos em 1915, durante a I Guerra, será reinaugurado como parte dos eventos que marcam os 95 anos do massacre. A obra foi transferida para o cruzamento das avenidas Santos Dumont e Tiradentes, perto da Estação Armênia do Metrô.

Sarjeta reciclada

Todos os anos, cerca de 4000 grelhas de sarjeta são surrupiadas na capital. Feitas de aço, têm bom valor nos ferros-velhos, onde são derretidas e revendidas. O prejuízo anual com a troca dessas grades, que mantêm o lixo longe das galerias pluviais, chega a 1 milhão de reais. A prefeitura começou em agosto a substituir as grelhas de aço por modelos de plástico reciclado. Elas saem pelo mesmo preço (250 reais) e suportam o mesmo peso (25 toneladas). “Mas não atraem os bandidos”, diz Domingos Oliveira, da Secretaria de Coordenação de Subprefeituras. “A meta é instalar 300 até o fim do ano.”

 

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s