Metroviários aderem à greve geral prevista para sexta-feira (30)

Mobilização envolve nove centrais sindicais em protesto contra as reformas trabalhista e da Previdência

Nove centrais sindicais estão preparando uma greve geral na próxima sexta-feira (30) em protesto contra as reformas trabalhista e da Previdência.

O Sindicato dos Metroviários de São Paulo confirmou a VEJA SÃO PAULO que vai aderir à mobilização e não funcionará durante todo o expediente, entre 4h40 e 0h de sábado. Os ferroviários da CPTM, por sua vez, devem definir um posicionamento na quinta (29). Os motoristas de ônibus ainda não se posicionaram sobre a questão.

No manifesto de apoio à paralisação publicado nos sites dos sindicatos há um calendário que inclui uma audiência no Senado e atividades nos aeroportos.

Assinam a nota CGTB (Central Geral dos Trabalhadores do Brasil); CSB – (Central dos Sindicatos Brasileiros); CSP Conlutas (Central Sindical e Popular); CTB (Central dos Trabalhadores e das Trabalhadoras do Brasil); CUT (Central Única dos Trabalhares); Força Sindical; Intersindical (Central da Classe Trabalhadora); NCST (Nova Central Sindical de Trabalhadores); e UGT (União Geral dos Trabalhadores).

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s