Largo da Batata é reurbanizado, mas falta de lixeiras causa sujeira

Regina Monteiro, diretora de Paisagem Urbana da SP Urbanismo, explica que cestos serão colocados na última fase da revitalização

O novo Largo da Batata está quase pronto. A Estação Faria Lima do metrô foi inaugurada e milhares de pessoas já circulam por suas calçadas de granito. O público chegou e, com ele, a sujeira. Infelizmente, ninguém se preocupou em instalar lixeiras.

“Vamos colocar cerca de 200 cestos, mas só na última fase da revitalização”, explica Regina Monteiro, diretora de Paisagem Urbana da SP Urbanismo. O fim das obras está previsto para dezembro. Até lá, os varredores terão de trabalhar dobrado para recolher o lixo jogado no chão.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s