Cidade ganha nova balada pop-up na Rua Augusta

Espaço temporário que une música, gastronomia, arte e moda abre para o público nesta quinta, nos Jardins

A ideia é como uma parede em branco pronta para receber qualquer manifestação artística. Este é o conceito da MAD House, que abre para o público nesta quinta (28), na Rua Augusta, no trecho dos Jardins. A casa, que vai funcionar como uma pop-up, fica aberta inicialmente até junho. “Queremos unir em um mesmo espaço arte, música, moda e gastronomia”, diz Tobia Scaglione, italiano por trás do empreendimento. Até o fim do mês, o espaço funciona apenas à noite, com programação cultural fixa, que vai desde lançamentos de filmes até after para quem vai curtir a maratona do festival Lollapalooza.

Já em abril, a casa abre as portas a partir das dez da manhã. “Durante o dia, oferecemos um espaço de convivência, com café e internet. A intenção é que os frequentadores façam networking”, diz. “É uma forma de incentivar a troca cultural. Um músico chega aqui, começa a conversar com um promoter e pronto, uma nova festa foi criada”, explica. O organizador conta ainda que donos de lojas de roupa também terão um canto para expor seus produtos.

Além do lounge, que a noite dá lugar a uma pequena pista de dança, o lugar oferece uma sala de jogos, com duas mesas de sinuca e uma de pebolim. Mais ao fundo há uma lanchonete e ainda um terraço — que ainda não está finalizado e deve ficar aberto até às 23h.

MADHOUSE-1

MADHOUSE-1

A casa abre como esquenta para as baladas a patir das 18h, todos os dias da semana. A entrada é gratuita até às 21h. Depois deste horário, passa a ser cobrada: R$ 30,00 de consumação com nome na lista ou R$ 40,00, sem nome na lista.

Programação da casa para o fim de semana:

Quinta: Ops na Agulha

Festa de Pedro Pinhel, que sai do Caos e entra na programação a MAD House. Os vinis misturam soul, funk, hip hop e raggae, com DJs convidados que dividem a pickup com Pinhel.

Line-up:

Pedro Pinhel

Ramiro Zwetsch, do Radiola Urbana

Vini Marson, Radiola Urbana

Entrada: gratuita, até às 21h. Depois, fica R$ 30,00 de consumação com nome na lista e R$ 40,00 sem nome na lista.

Sexta: The Factory – After Lolla

Inspirada no espaço de Andy Warhol, em Nova York, a festa é comandada por Handys Klaus e traz a sua versão moderna do espaço, com indie rock e rock and roll.

Handys Klaus,  Indie Party

PINEALL

Enio Vital, do Cult8

Diego Rodrigues, do Screwdrivers

Juliano Zeitlin

Entrada: gratuita, até às 21h. Depois, fica R$ 30,00 de consumação com nome na lista e R$ 40,00 sem nome na lista. Quem estiver com o ingresso do festival, não paga entrada

Sábado: Lounge de Mim!

Quem traz a festa é o DJ do 4e20, Felipe Barros, que comanda o espaço com indie, electro e bass music.

Entrada: gratuita, até às 21h. Depois, fica R$ 30,00 de consumação com nome na lista e R$ 40,00 sem nome na lista.

Domingo: Bazar

Todo domingo, uma marca ou loja apresenta seus produtos com preços promocionais para os frequentadores da MAD House.

Entrada: gratuita, das 13h às 20h.

 

 

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s