Lugares na cidade para se sentir em ‘The Big Bang Theory’

Bares e lojas com temática geek inspiram fãs da série a mergulhar no universo dos quadrinhos e nerdices

A série “The Big Bang Theory”, comédia que conta a história de quatro jovens cientistas muito, mas muito CDFs, provou para o mundo que ser nerd está na moda. Há oito anos no ar – e com mais duas temporadas confirmadas – a trama é recorde de audiência nos Estados Unidos, com alguns episódios assistidos por quase 20 milhões de pessoas simultâneamente. Para a felicidade do público geek e  amante da cultura pop em geral, São Paulo tem lugares que poderiam facilmente servir de set para as filmagens do seriado –  e receber bem até os personagens mais anti-sociais, como o Dr. Sheldon Cooper. Confira abaixo alguns passeios que farão você se sentir parte do elenco do programa.

+ Séries de TV são tema de novo bar na Rua Augusta

– Para comer e beber como o Leonard

Nenhum dos quatro personagens do programa é exemplo de sociabilidade, mas talvez seja pela falta do ambiente certo. O Gibi Cultura Geek é o bar para ver os espécimes nerds em seu habitat natural. Do dispositivo de segurança para capturar ectoplasma igual ao usado no filme Os Caça-Fantasmas às luminárias que imitam os blocos de moedas do jogo Super Mario Bros, tudo por lá transpira cultura pop. Os mais empreendedores frequentam o bar para vender HQs de produção própria e encontram sócios para a criação de jogos e aplicativos. Na hora do petisco, a casa tem itens de pegada mexicana e cachorros-quentes. Se, mesmo assim, você quiser  receber em casa um prato típico da Tailândia, assim como prefere a turma da série, é só ligar no Tele-Thai.

+ Cinco séries sobre super-heróis que valem a pena assistir

– Para ler e colecionar como o Raj


The Big Bang Theory

The Big Bang Theory

Especializada em quadrinhos desde 1988, a Comix Book Shop é mais tradicional livraria geek da cidade, com um acervo de 6 milhões de títulos. Lá você dá para encontrar action figures, como um boneco do Batman de 1 800 reais. A Geek.etc.br., um anexo da Livraria Cultura, também tem no estoque  mais de 30 000 itens para atender aos gostos mais peculiares — uma caixa exclusiva com seis volumes de ilustrações do cartunista Robert Crumb sai por 3 999 reais. Os clientes ainda podem “degustar” jogos de videogame no térreo e travar batalhas de RPG – além de ter o espaço propício para discussões intermináveis sobre qual super-herói é melhor.

+ Endereços para mergulhar no universo geek de São Paulo

Loja Geek

Loja Geek

– Para estar na moda como o Howard


The Big Bang Theory

The Big Bang Theory

Aberta há um ano, a Studio Geek vende camisetas, moletons e até roupas íntimas com estampas dos personagens de histórias em quadrinhos e videogames. Os produtos são oficiais e demoram cerca de quatro meses até chegar às prateleiras (o desenho precisa ser pré-aprovado pelos estúdios). Alguns fãs costumam levar quatro camisetas de uma só vez, gastando 300 reais. O lugar só não vende (ainda), blusas com gola rolê.

Studio Geek. Alameda Jaú, 1988, Jardim Paulista, ☎ 2645-8337.

+ Os achados da galeria especializada em brinquedos antigos

Os geeks contra-atacam: endereços para mergulhar no universo geek de São Paulo

Os geeks contra-atacam: endereços para mergulhar no universo geek de São Paulo

– Para fazer coisas peculiares como o Sheldon


Sheldon Cooper The Big Bang Theory

Sheldon Cooper The Big Bang Theory

Jogar xadrez em um tabuleiro de cinco andares ainda não é possível por aqui, mas quem quiser provar jogos de tabuleiro que desafiem as mentes mais desenvolvidas o lugar é a Ludus Luderia. Com mais de 800 opções, dos clássicos War, Detetive, Banco Imobiliário e Batalha Naval até novíssimos e complexos títulos alemães, é possível jogar em grupos até a madrugada. Se a sua vontade é viajar, faça isso de trem, obviamente. Movida a vapor, uma locomotiva original de 1922 percorre, todos os sábados e domingos, um percurso de três quilômetros que dura aproximadamente 25 minutos. A estação fica na Mooca, na mesma rua do Museu do Imigrante. Andando a 30 km/h, a maria-fumaça passa por uma vila ferroviária do século passado e também por antigos trens da SP Railway.

+ Dez boas séries do Netflix para fugir do óbvio

Ludus Luderia

Ludus Luderia

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s