Livro relembra a vida de Mario Covas

Político morto em 2001 é tema de "Mario Covas: Democracia — Defender, Conquistar, Praticar"

Em 20 de abril de 1983, Mario Covas, então secretário estadual de Transportes, penteava os cabelos no alto de um prédio na Avenida Paulista para conceder uma entrevista à Rede Globo após ser nomeado prefeito de São Paulo pelo governador André Franco Montoro. Permaneceu no cargo até o último dia de 1985, quando o transferiu a Jânio Quadros.

Primeiro presidente do PSDB, Covas morreu em 2001, em decorrência de um câncer, durante seu segundo mandato como governador. A foto integra o livro “Mario Covas: Democracia — Defender, Conquistar, Praticar” (Imprensa Oficial, 352 páginas, R$ 50,00), organizado por Osvaldo Martins.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s