Livro conta história da Revolução de 1924

Duarte Pacheco Pereira é o autor do livro '1924 — O Diário da Revolução: os 23 dias que Abalaram São Paulo', com lançamento neste sábado (27), na Pinacoteca

Ao contrário do que aconteceu na célebre Revolução de 1932, quando os combates se deram nos arredores da cidade, a pouco lembrada Revolução de 1924 fez das ruas da capital um campo de batalha — 300 000 dos 700 000 paulistanos precisaram deixar sua casa. “É um capítulo sangrento e desconhecido da nossa história”, conta Duarte Pacheco Pereira, autor do livro ‘1924 — O Diário da Revolução: os 23 dias que Abalaram São Paulo’, com lançamento neste sábado (27), na Pinacoteca. Descontentes com a Primeira República, jovens oficiais (foto) tentaram dominar a cidade entre os dias 5 e 27 de julho daquele ano. O plano era atacar o Rio e derrubar o presidente Arthur Bernardes. Apenas quando o governo federal entrou na briga os revoltosos bateram em retirada.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s