Chegada de novo livro de Harry Potter causa comoção na cidade

Na Livraria Cultura do Conjunto Nacional, na Avenida Paulista, as caixas com os exemplares só puderam ser abertas 0h01

O livro Harry Potter And The Cursed Child (Harry Potter e a criança amaldiçoada) chegou na versão em inglês às livrarias de São Paulo e em todo o mundo na noite deste sábado (30) provocando comoção nos fãs. Foram realizados eventos em pelo menos dezesseis cidades brasileiras. Leitores dormiram nas portas das lojas e fizeram contagem regressiva esperando para ter a obra em mãos. Na Livraria Cultura do Conjunto Nacional, na Avenida Paulista, as caixas com os livros só puderam ser abertas 0h01, ou seja, no primeiro minuto do domingo. A direção do estabelecimento organizou um evento com youtubers experts no universo de Harry Potter e a presença de fãs-clubes. Muitas pessoas foram fantasiadas como personagens do enredo e abriram o produto em meio a lágrimas e euforia.

Harry Potter Livraria Cultura comoção

Harry Potter Livraria Cultura comoção

+ Domingo de manifestações contra e a favor de Dilma Rousseff

A obra é dividida em dois volumes e sua versão em português será lançada em 31 de outubro, com pré-venda em 16 de agosto. O lviro é baseado no roteiro de uma peça que é a continuação da saga do bruxinho criado por J.K. Rowling. Potter surge mais velho, com filhos e trabalhando em um departamento burocrático do Ministério da Magia. Outros dois personagens famosos da série também aparecem casados, Rony e Hermione. Em Londres, no Palace Theatre onde a peça está sendo encenada, J.K. Rowling anunciou que este oitavo capítulo da história do feiticeiro encerra sua jornada. “Harry agora acabou”, disse a escritora na noite de sábado (30).

Harry Potter Livraria Cultura comoção 2

Harry Potter Livraria Cultura comoção 2

+ Família fã de “Harry Potter” gasta 56 000 reais em reforma para transformar casa em Hogwarts

Na programação de lançamento do novo livro, a editora Scholastic, detentora dos direitos da obra, determinou sigilo absoluto e a promessa de que os produtos não seriam violadas antes do prazo. A euforia registrada por aqui se repetiu em várias partes do mundo. Na cidade do Porto, em Portugal, milhares de pessoas ficaram horas à porta da Livraria Lello aguardando a hora  de ter  os livros em mãos.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s