José de Freitas, o vovô da passeata, não perde uma manifestação

O professor aposentado tem 87 anos e começou a frequentar os protestos em junho do ano passado

O professor aposentado José de Freitas tem 87 anos e não perde um protesto em São Paulo. Conhecido entre os manifestantes como “vovô da passeata”, ele foi um dos primeiros a chegar ao ato na Praça da Sé neste sábado (24) de frio e chuva.

+ Acompanhe a cobertura do sétimo protesto contra a Copa

“Estou em todas as manifestações. Essa será uma Copa de corruptos, ladrões e empreiteiros ricaços. Enquanto isso as crianças têm que se sentar no chão das escolas”, diz ele munido de casaco, chapéu, cachecol, luvas e um cartaz.

Nascido em Pirassununga, veio para a capital faz 66 anos – há 40 mora na Avenida São João, em cima do Cinerama. Nunca se casou, mas adotou um filho. Hoje ele tem quatro netos e três bisnetos e afirma que toda a família, que possui outros seis educadores, apoia sua luta.

A rotina política de José começou em junho do ano passado. “Fui marcar uma consulta e só consegui para daqui um ano. O povo pode ser dominado como gado, mas há os esclarecidos como eu”, justifica a adesão.

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s