Curiosidades e atrações do Itaim Bibi e Vila Olímpia

Confira uma seleção do que há de mais bacana na região

Repleta de escritórios e opções gastronômicas, a abastada região do Itaim Bibi e da Vila Olímpia conta ainda com baladas, teatros e outlets.

O Boticário Acredite na Beleza: #BelezaItaimVilaOlímpia. Esta imagem foi escolhida pelos leitores de VEJA SÃO PAULO para representar a beleza dos bairros. Inspire-se nela e poste também suas fotos usando a hashtag #BelezaItaimVilaOlímpia

Inaugurado em 2008, o Parque do Povo é uma agradável área verde no pedaço (Divulgação//Veja SP)

CINCO RAZÕES PARA VISITAR O EATALY

Desde 2015, o número 1489 da Avenida Presidente Juscelino Kubitschek é ocupado pelo Eataly. O shopping gastronômico de 4 500 metros quadrados agrada àqueles que procuram por itens importados. São 9 000 produtos, além de sete restaurantes de gastronomia italiana nos três andares do complexo. Confira cinco razões para dar um passeio por lá.

A melhor pizza. A La Pizza di Eataly por Rossopomodoro, dedicada à receita napolitana, foi considerada a melhor da cidade por VEJA COMER & BEBER 2016.

Aulas de culinária. Espaço para workshops, a ScuoladiEataly recebe pelo menos vinte cursos por mês.

Feirinhas. Nos fins de semana, é comum encontrar eventos temáticos com comidinhas rolando por ali. No sábado (22) e no domingo (23), haverá coquetéis italianos e estande de massas frescas.

Oferta de vinhos. Há 900 rótulos de diversas partes do mundo enfileirados nas prateleiras. Cinquenta deles estão em promoção até o fim de julho.

Importados. Dos 9 000 itens, 6 300 vêm direto da Itália. São queijos, molhos de tomate, guloseimas…

RESPIRO VERDE

Parque do Povo: inaugurado em setembro de 2008 (Germano Luders//Veja SP)

O Itaim Bibi conta com cerca de 13 750 árvores e tem apenas uma grande área verde, o Parque do Povo. Inaugurado em setembro de 2008, o local é um respiro de natureza em meio aos grandes prédios. Confira alguns números curiosos do espaço.

160 000 pessoas passam por mês pelo endereço

133 547 metros quadrados de área ocupada

32 espécies arbóreas, como pau-brasil, são encontradas pelo caminho

CENTRO EMPRESARIAL

Edifício Pátio Victor Malzone, na Avenida Faria Lima (Fernando Moraes//Veja SP)

Basta caminhar pelos bairros para notar construções gigantescas e espelhadas por todos os lados. Ao somar os registros da Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio (Embraesp) referentes à Vila Olímpia e ao Itaim Bibi, a região apresenta um total de 108 empreendimentos lançados desde 1985 dedicados a fins comerciais, número recorde comparado ao de outras áreas. Isso resulta em 7 850 escritórios nesses prédios. Entre eles, surgem grandes empresas como Itaú BBA, Google e Yahoo!, todos situados na Avenida Brigadeiro Faria Lima. O Santander está na Avenida Presidente Juscelino Kubitschek, e a Motorola, na Avenida Chedid Jafet.

OUTLETS NA JOÃO CACHOEIRA

Em contraponto às lojas de luxo do Shopping JK Iguatemi, a área conta com negócios de rua que apostam nas ofertas. Boa parte deles está concentrada na Rua João Cachoeira. É o caso do MoB Outlet (nº 1385, ☎ 3040-2750. 10h/20h; dom. até 16h), onde peças femininas podem exibir descontos de, no máximo, 60%. Na Trousseau (nº 1 184, ☎ 3849-4638. 10h/19h; sáb. até 16h), há roupas de cama de coleções passadas por preços até 40% mais baixos.

Trousseau: roupas de cama até 40% mais baratas (Divulgação//Veja SP)

Outra vantagem do pedaço é achar sapatos a partir de 39,90 reais na Emporio Naka (nº 1155, ☎ 3842-6048. 9h/20h; sáb. até 19h; dom., 12h/18h). Se você procura por utensílios para a casa, a Home&Cook (nº 1262, ☎ 3045-6594. 9h/18h; sáb. até 13h) vende aparelhos das marcas Arno, Rochedo e Clock com remarcações de 15%.

QUEM FOI?

Bibi, apelido de Leopoldo Couto de Magalhães Júnior, herdou a chácara de 120 alqueires do tio, o general José Vieira Couto de Magalhães. O beneficiário começou, em 1920, a lotear o terreno. Sua alcunha foi usada para diferenciar o então novo Itaim (palavra em tupi-guarani que significa pedra pequena), na Zona Sul, do Itaim Paulista, na Zona Leste da capital.

MUDANÇA DE PAISAGEM

Começo da urbanização da região, por volta de 1950 (Acervo Fotográfico do Estado de São Paulo//Veja SP)

O povoamento tardio do Itaim Bibi e região se deve não só à distância do centro como também às particularidades do terreno. As terras baixas, bem próximas do Rio Pinheiros e demais córregos dos arredores, alagavam constantemente e eram de difícil acesso. As primeiras ruas começaram a surgir no início do século XX, junto com o loteamento da área. Na época, as chácaras serviam para moradia e produção de verduras e legumes. A urbanização se intensificou em 1950, com a abertura de avenidas  e, posteriormente, com a canalização dos córregos.

MORADIA DIFERENTONA

O arquiteto paulistano Eduardo Longo precisou de três anos para desenvolver um projeto para lá de inusitado. No lugar de paredes perpendiculares, o formato esférico consiste no principal chamariz da residência de aço e ferro. Com 8 metros de diâmetro e 100 metros quadrados de área, a chamada Casa Bola foi erguida em 1979 na Rua Amauri, 352, no Itaim. A criação conta com três quartos e algumas particularidades, como motor de geladeira na área de serviço para secar roupas, além de pias e luminárias instaladas em extensões das paredes.

CASA BOLA

A Casa Bola, no Itaim: projeto do arquiteto Eduardo Longo (Reinaldo Canato/Veja SP)

A ideia era tornar o custo de produção de moradias mais barato, sem o uso de cimento e tijolo. Durante a Bienal de Arquitetura de 2013, o espaço foi aberto para visitas em parceria com o Museu da Casa Brasileira. A ação foi única e, desde então, os curiosos só podem admirar a estrutura do lado de fora. Atualmente, o endereço é usado como a residência do criador e sua mulher.

DE VOLTA AO PASSADO

Ambiente da The History (Jonas Nasser Strano//Veja SP)

Menos de 800 metros separam três baladas na Vila Olímpia dedicadas aos flashbacks. A mais antiga é a Limelight (Avenida Doutor Cardoso de Melo, 1433, ☎ 3044-5411), que até 1998 era destino da alta sociedade no Jardim Europa. A casa reabriu em outro endereço em 2002, apostando em uma trilha sonora a partir dos anos 70. Na The History (Rua Gomes de Carvalho, 820, ☎ 3846-4498), o DJ toca sucessos dos anos 80 em diante, acompanhado por performances de dançarinos. Point da música eletrônica na Mooca até 2004, a Over Night (Rua Gomes de Carvalho, 799, ☎ 3582-3637) migrou para a Vila Olímpia em 2015, também com hits do passado.

QUE TAL ASSISTIR A UMA PEÇA?

O Theatro Net, no Shopping Vila Olímpia, e o Teatro Santander, no JK Iguatemi, são os principais palcos da região.

Teatro Santander no complexo WTorre Plaza (Alexandre Battibugli//Veja SP)

Theatro Net. Grandes artistas como Maria Bethânia e Elba Ramalho já se aventuraram pelos 240 metros quadrados do palco inaugurado em 2014. O espetáculo 60! Década de Arromba — Doc. Musical, atualmente em cartaz, estende a temporada até 27 de agosto. Os ingressos custam de 25 a 220 reais. Shopping Vila Olímpia, ☎ 3448-5061.

Teatro Santander.  Com capacidade para 2 085 pessoas, o espaço se prepara para receber em 12 de agosto o musical Cantando na Chuva, com Claudia Raia e Jarbas Homem de Mello. As entradas, à venda pelo site www.entretix.com.br, custam de 50 a 260 reais. JK Iguatemi, ☎ 4003-1022.

Veja também
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s