Grafites do Zezão

O artista plástico Zezão transforma canais de esgoto, galerias pluviais e até a passagem subterrânea na entrada do Estádio do Pacaembu em tela

Dos muros e becos sombrios para as galerias de arte moderninhas da cidade. Esse foi o caminho do artista plástico e grafiteiro paulistano Zezão. Suas intervenções urbanas tiveram início em 1995 em prédios abandonados e muros de concreto embaixo de viadutos. Mas foi grafitando em locações improváveis, praticamente inacessíveis, que Zezão ficou conhecido. Uma depressão, em 1998, o levou para os túneis subterrâneos de São Paulo. Canais de esgoto, galerias pluviais e até a passagem subterrânea na entrada do Estádio do Pacaembu se transformaram em tela para o artista. Suas formas orgânicas e delicadas, coloridas de azul-celeste, deixaram marcas em vários pontos recônditos do Rio Tietê, por exemplo. Imagens difíceis de ver (e de apagar!). No site de Zezão é possível conferir muitas delas.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s