Gaudí de Paraisópolis, Estevão da Conceição expõe no Itaú Cultural

Dez xícaras, 30 quilos de cacos de cerâmica e 3.000 tampinhas de garrafa ajudam a compor os cinco painéis que o artista Estevão da Conceição vai expor no Itaú Cultural (Avenida Paulista, 149, 2168-1776) de quarta (24) a domingo (28). Conhecido como Gaudí de Paraisópolis, o faxineiro e jardineiro de um prédio no Itaim ganhou notoriedade por misturar técnicas de colagem na casa que constrói, desde 1985, na favela do Morumbi. “O Centro de Estudos Gaudinistas me levou à Espanha para conhecer o trabalho de Antonio Gaudí”, lembra. “Achei algumas coisas bem parecidas com as que faço mesmo.”

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s