Fusca pela metade roda a cidade

“Rifo meio Fuca.” O estranho anúncio está colado neste Fusquinha cortado ao meio que desde novembro roda por ruas de bairros como o Ibirapuera (foto). No blog http://rifomeiofuca.blogspot.com, citado no cartaz, o estudante Zé Fuca argumenta que precisa de dinheiro para pagar a faculdade. Só por isso ele estaria se desfazendo do Volkswagen 1970 presenteado pela avó — ou de metade dele, pois o carro é de estimação. Balela. A iniciativa é parte de uma campanha publicitária para divulgar a linha de crédito universitário de um banco. Coube a Jean Nunes, Jorge Delfito e Gilberto Sant’Orsula, donos de uma empresa de transformação de carros em Mauá, adaptar o veículo. Eles serraram, vedaram a lateral com uma placa de policarbonato e substituíram o motor original por um de quadriciclo, sem marchas nem embreagem. O carrinho atinge 35 quilômetros por hora. “Se acelerar mais do que isso, ele tomba”, explica Nunes. Por segurança, a CET liberou sua circulação apenas em áreas específicas, próximas de algumas universidades.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s