Francisco Vidal, Iraci del Nero e Herbert Klein: livro sobre escravidão

Antes da Lei Áurea, promulgada em 1888, de cada dez casas paulistas oito não tinham escravos. Metade dos negros de 40 anos eram casados na Igreja Católica. E muitos negros alforriados compravam outros ainda escravizados. Constatações como essas estão no livro Escravismo em São Paulo e Minas Gerais, recém-lançado pelos pesquisadores Francisco Vidal Luna e Iraci del Nero da Costa, da USP, e Herbert Klein, da universidade americana Stanford. Nas 624 páginas há artigos, ilustrações e fotos como esta, de Marc Ferrez, feita entre 1881 e 1886. “Ela mostra a participação da mão de obra escrava quando o café era o produto de maior expressão nas exportações de São Paulo”, diz Costa.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s