Um artista escandalizou a cidade ao usar saia, no centro, em 1956

A polêmica performance foi batizada de<em> Experiência nº 3</em>

Em 18 de outubro de 1956, o pintor Flávio de Carvalho escandalizou a sociedade paulistana ao caminhar pela Rua Barão de Itapetininga, no centro, vestindo saia, meia calça e blusa. Batizado pelo artista de Experiência nº 3, o polêmico desfile tinha a intenção de mostrar um protótipo de roupa masculina. Nascido em Barra Mansa (RJ), Flávio mudou-se para a capital paulista após a Semana de Arte Moderna, de 1922. Atuou ainda como arquiteto, escultor e dramaturgo.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s