Aflições paulistanas: filhos

Os pais de hoje perderam o hábito de ser firmes porque não querem frustrar suas crianças

Sejam pequenos, sejam adolescentes, os filhos nunca foram tão protagonistas dos conflitos vividos pelos pais quanto atualmente, na opinião de vários especialistas. “A frase ‘não sei o que fazer para ele me respeitar’ se tornou comum”, diz Cristiano Nabuco de Abreu, terapeuta cognitivo. Os adultos perderam o hábito de ser firmes porque não querem jamais ver nenhum tipo de desagrado na infância, o que é um erro. “Eu digo: ‘Frustre suas crianças algumas vezes. Seja consistente e ponha regras. Elas precisam desenvolver essa habilidade para se preparar diante da vida”, completa Nabuco.

+ Conheça as dez aflições paulistanas

+ Rosely Sayão dá dicas aos pais sobre educação das crianças

Alberto Pereira Lima Filho, psicanalista de orientação junguiana, corrobora: “O excesso de gratificações imediatas promove nas pessoas a crença de que ‘querer é poder’. É perigoso. Filhos que não conseguem tudo de imediato desenvolvem uma boa noção de cidadania, ética, capacidade de se relacionar, baixo grau de ansiedade, espírito de luta e criatividade.”

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s