Fernanda D’Umbra: mulheres (de 30) à beira de um ataque de nervos

Diretora da peça 'Confissões das Mulheres de 30' foi afastada do cargo pelas atrizes Juliana Araripe e Camila Raffanti

Anda pior que TPM galopante o clima entre as meninas de ‘Confissões das Mulheres de 30’, em cartaz no Teatro Gazeta. Fernanda D’Umbra, que era diretora da comédia, foi afastada pelas atrizes Juliana Araripe e Camila Raffanti, também produtoras do espetáculo. Segundo Fernanda, por razões financeiras. “Como a peça vai bem de público, o olho delas cresceu. De repente, depois de dois anos, minha direção não presta mais?”, diz. Camila alega que a mudança se deve a razões artísticas: “A gente estava a fim de dar uma repaginada”. O rififi espalhou-se pelo meio artístico paulistano porque Fernanda publicou em seu blog, na íntegra, uma notificação extrajudicial enviada pelas ex-colegas para comunicar seu desligamento. “O pessoal da Praça Roosevelt não quer nem vê-las”, afirma Fernanda. “Ninguém da ficha técnica da peça fala com elas.” E aí, Camila? “Isso não é verdade. Não existe briga nenhuma.”

 

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s