Exposição do artista Pedro de Kastro será exibida no MuBE, em 2010

Uma São Paulo destruída pela ação do tempo e pelo aquecimento global

Toc-toc-toc! No imaginário do artista plástico português Pedro De Kastro, morador da cidade desde 2001, São Paulo é uma megalópole que cresce rumo a um futuro apocalíptico. Inspirado nas gravuras europeias feitas no século XVIII por artistas como o veneziano Giovanni Piranesi (1720-1778), De Kastro usou as técnicas de desenho a nanquim e bico de pena para criar a série São Paulo Surreal. Entre os seis quadros em papel A4 já finalizados está A Praça (acima), em que a Catedral da Sé é cercada por prédios abandonados e dunas. “A visão desse ícone paulistano devorado pelo tempo, pela guerra e pelo aquecimento global é estranhamente nostálgica e ainda evitável”, diz. Suas obras serão expostas em 2010, em data a ser definida, no MuBE.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s