Estudantes de medicina da USP fazem manifestação pelo HU

Os estudantes reclamaram das más condições do Hospital Universitário

Os estudantes de medicina da USP realizaram na tarde desta quarta (19) uma manifestação contra a possível privatização e o desmonte do Hospital Universitário. Em nota, divulgada nas redes sociais, o Centro Acadêmico Oswaldo Cruz (CAOC1913) esclarece que desde 2014 há uma tentativa de privatizar o hospital e, desde então, muitas demissões ocorreram, sobrecarregando os funcionários e prejudicando o atendimento.

“A enfermaria contava com 45 leitos e hoje se encontra com apenas 35 (catorze de alta dependência e 21 de baixa dependência). O PS tinha 44 leitos e hoje possui 26. Para o funcionamento bom e seguro do departamento, seriam necessários cinco médicos de manhã e cinco de tarde, além de dois durante a noite. O que temos, no entanto, são apenas dois de manhã e dois de tarde, além de apenas um à noite”, descreveu o comunicado. 

A partir de uma Assembleia Geral, os alunos decidiram realizar a manifestação hoje. Porém, o Hospital Universitário funcionou normalmente durante todo o dia. Confira a nota completa:

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s