Em crise, Sabesp vai vender 24 imóveis

Companhia lançará também um "feirão" para que devedores públicos e privados possam renegociar seus débitos

Diante da escassez de capital por causa da crise hídrica, a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo relacionou 24 imóveis para serem vendidos até o próximo ano. A expectativa é arrecadar aproximadamente 195 milhões de reais com a comercialização dos ativos, embora a empresa entenda que esse valor possa ser alterado por causa das avaliações do mercado.

+ Promotoria e vereador questionam a redução de velocidade nas marginais

Para que sejam negociados, todos os imóveis dependem de aprovações da Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo e do Conselho do Patrimônio do Estado de São Paulo. Outra medida para sanear contas é o lançamento, em breve, de um “feirão” para que devedores públicos e privados possam renegociar seus débitos.

+ A convite do Papa, Haddad fala sobre sustentabilidade no Vaticano

Além disso, a Sabesp encaminhou uma lista de 22 municípios devedores ao Cadastro Informativo dos Créditos não Quitados de Órgãos e Entidades Estaduais (Cadin). Os nomes, porém, não foram publicados.

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) confirmou as medidas, mas não quis fazer uma previsão de quanto as ações irão render à Sabesp. “Isso (quantificar o rendimento das medidas) é difícil. Pela minha experiência, é difícil você imaginar, ainda mais num momento de crise, que não é fácil vender ativos. Mas é importante ter uma política de ativos que não sejam operacionais.”

+ Confira as principais notícias da cidade

O governador, entretanto, negou que a cobrança feita aos municípios tenha relação com a crise hídrica. “É preciso priorizar (a cobrança) porque, se você não cobra, aquele que paga deixa de pagar. Independentemente da crise hídrica. Isso é uma rotina que deve ser feita sempre”, afirmou.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s