Chieko Aoki: ‘Achava curiosa a grande quantidade de japoneses’

A empresária relembra sua chegada a São Paulo

Chieko Aoki, empresária

Chegou em: 1959

Natural de: Fukuoka (Japão)

“O que mais me chamou atenção quando cheguei, aos 9 anos, foram as feiras de rua da Aclimação, bairro onde minha família se instalou. Não só pela variedade de produtos. Achava curiosa a grande quantidade de japoneses que eram proprietários das barracas. Aliás, escutava-se a nossa língua com a mesma facilidade que o português. Em Bastos (interior de São Paulo), onde moramos durante dois anos antes de vir para a capital, o número de descendentes era muito menor. Já por aqui, eu me sentia parte da paisagem. Nunca sofri discriminação. Passava as tardes brincando com meus vizinhos nas ruas. Também fiquei impressionada com a formalidade e a competência dos professores. Sempre alinhados, de terno e gravata. E, por eles serem muito dedicados, os alunos sentiam o dever de se esforçar. Tanto que estudei em escolas públicas a vida toda e consegui ser aprovada no curso de direito do Largo São Francisco.”

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s