Chafariz da Avenida 9 de Julho é revitalizado

Em reforma desde fevereiro, a fonte foi reformada pelo Consórcio Belvedere em parceria com a subprefeitura da Sé e a Qualicorp

Após permanecer uma década desativado, o chafariz logo embaixo do Mirante 9 de Julho voltou a funcionar nesta sexta (2). A revitalização se deu pelo Consórcio Belvedere, do Grupo Vegas – administrador do Mirante -, em parceria com a subprefeitura da Sé e da empresa Qualicorp.

“Os sistemas hidráulico e elétrico estavam danificados, bem como as estruturas, que apresentavam vazamento nos encanamentos e falhas na impermeabilização”, explica Facundo Guerra, sócio do Grupo Vegas.

Foram gastos 450 000 reais na reforma das fontes d’água, que estão em obras desde fevereiro. Agora, a atração funcionará 24 horas por dia e contará com iluminação especial a partir das 20 horas.

O complexo do Mirante 9 de Julho foi inaugurado em 1938, para que as pessoas pudessem observar o centro de São Paulo de cima. Porém, o espaço ficou desativado por 76 anos. Em 2015, o Consórcio Belvedere, do Grupo Vegas, assumiu e revitalizou o Mirante, reabrindo-o com restaurante e café, que também recebe exposições e concertos.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Roberto Tadeu Gorios

    FICO FELIZ DE VER MINHA AMADA BONITA, LIMPA E COM AR DE CIVILIZADA.

  2. Paulo Pires Deoliver

    até que enfim imposto bem aplicado ,,, não foi para pagar salario de marajá e sonolentos