Camillo Monte Santo: restaurador de relógios antigos

Avesso a pilhas e baterias, o relojoeiro Camillo Monte Santo, de 79 anos, ganhou fama como salvador de relógios antigos. “Importo peças suíças de modelos mecânicos de até oitenta anos”, afirma ele. Santo trabalha desde 1942 no mesmo endereço, o Edifício Palacete Santa Elza, no centro. Foi ele quem cedeu o relógio de 73 anos exposto na fachada. O patrocinador da restauração da antiguidade foi o Instituto Brasileiro de Ciências Criminais, que ocupa a maior parte do prédio e comemora dezesseis anos de existência.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s