Temperatura bate novo recorde

Termômetros atingiram os 36,4 graus nesta sexta-feira (7); calor é o maior para fevereiro em 71 anos

Na tarde desta sexta-feira (7), por volta das 16h, a temperatura na capital bateu dois recordes. Ao atingir os 36,4 graus, os termômetros alcançaram a temperatura mais alta do ano, além de ter ultrapassado a marca histórica do maior calor já registrado em fevereiro desde 1943 – ano em que o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) começou a avaliar a temperatura da cidade. O recorde anterior havia sido batido no último sábado (1), com 35,9 graus.

Pelos dados do instituto, essa é a quinta maior temperatura registrada na série histórica. O dia mais quente do período foi registrado em 20 de janeiro de 1999, quando os termômetros marcaram 37 graus.

De acordo com a previsão do Inmet, o calor não deve dar trégua aos paulistanos nos próximos dias.

Descubra o que fazer nos bairros mais fresquinhos da cidade

No sábado (8), a máxima na capital será de 35 graus e a mínima de 22 graus, com possibilidades de chuvas isoladas. Já no domingo (9), espera-se que os termômetros atinjam os 33 graus, com mínima de 21 graus.

Segundo o Inmet, o calor e a estiagem devem-se a um anticiclone anômalo formado no Atlântico, que impede a chegada de frentes frias. Esse bloqueio deve permanecer sobre o estado até a próxima sexta-feira (14), o que impede a formação de nuvens.

Sabesp oferece desconto na conta de quem reduzir o consumo de água

De acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergêrcias (CGE), a umidade do ar não ultrapassou os 30% na tarde desta sexta, o que fez a Defesa Civil Municipal decretar estado de emergência na cidade. No final de semana, o indíce deve permanecer em torno dos 30%.

+ Chás gelados com frutas e ervas funcionais para aliviar o calor

No interior, são esperadas temperaturas ainda mais altas. Em Presidente Prudente, Sorocaba, Marília e Bragança Paulista, a máxima pode atingir os 37 graus no sábado. Já em Ribeirão Preto e no Litoral Norte, os termômetros atingem os 36 graus. 

+ Tribunal de Justiça de São Paulo dispensa o uso de terno e gravata

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s