Cacá Rosset relembra a vitória do Corinthians sobre o Santos em 1968

O ator e diretor teatral estava no Pacaembu quando o Timão quebrou o jejum

“Sou da geração que amargou o famigerado tabu de doze anos sem ganhar do Santos. Eu era alvo de galhofas dos meus amigos, em sua maioria santistas. Para piorar, o Pelé parecia ter um prazer especial em detonar o Corinthians. Só que, no dia 6 de março de 1968, eu tive o privilégio de estar presente no Pacaembu e assistir ao fim do jejum de vitórias sobre os craques da Vila Belmiro. O primeiro tempo terminou empatado sem nenhum gol. No segundo, aos quinze minutos, o Timão fez 1 a 0 com Paulo Borges, e depois sentenciou a derrota santista com Flávio Minuano. Eu tinha 14 anos. O mais interessante era ouvir a torcida gritar ironicamente: ‘Com Pelé, com Edu, nós quebramos o tabu’.”

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s