Biblioteca Mário de Andrade terá parte do acervo restaurada

Com cerca de 4 milhões de livros, restauro terá um custo de 400 000 reais

Um dos patrimônios culturais da cidade, a Biblioteca Mário de Andrade está sofrendo uma infestação por fungos. Causado por umidade excessiva — alguns espaços estariam com 60%, quando o recomendado é 45% —, o problema afeta 18 000 dos seus quase 4 milhões de livros. “Especialistas da Escola Politécnica da USP estão analisando o sistema de climatização para que ele opere nos parâmetros corretos”, diz o diretor Luiz Bagolin, que assumiu o cargo em julho. O trabalho de restauro deve durar até um ano e consumirá 400 000 reais.

Fundada em 1925 na Rua Sete de Abril, no centro, com obras da Câmara Municipal, trata-se da segunda maior biblioteca pública do país, atrás apenas da Nacional, no Rio de Janeiro. O edifício onde está desde 1942, na Rua da Consolação, foi projetado pelo francês Jacques Pilon e é considerado um marco da arquitetura art déco. Seu nome só foi adotado em 1960. O prédio passou por uma reforma entre 2007 e 2010 que envolveu a adaptação dos móveis, além da higienização e reorganização do acervo.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s