Bebê é encontrado vivo após ser abandonado em bueiro na Austrália

Polícia chegou à mãe após checar registros de nascimentos recentes em hospitais da região de Sydney

Uma mulher de 30 anos irá responder por tentativa de homicídio depois de abandonar seu filho recém-nascido em um bueiro no subúrbio de Sydney, na Austrália. A criança foi resgatada com vida no domingo (23), após passar cinco dias no buraco, a 2,5 metros de profundidade.

Um grupo de ciclistas teria ouvido o choro do bebê enquanto circulava por uma pista próxima do local e seis pessoas ajudaram a levantar a laje de concreto para salvá-lo. Ele teria nascido na última segunda. Está hospitalizado em estado grave, sem ferimentos, mas desnutrido e desidratado.

Com a descoberta da criança, a polícia local iniciou uma busca pela mãe. Haviam poucos indícios: ele estava enrolado em um cobertor listrado semelhante ao distribuído a recém-nascidos em hospitais australianos e com uma pinça de plástico presa ao cordão umbilical.

Os agentes investigaram durante várias horas, checando registros hospitalares recentes e batendo à porta de residências da região até chegar à mulher. Ela ficará presa até o final desta semana, quando irá depor em tribunal. A Justiça negou fiança, mas concedeu seus cuidados pós-natal.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s