Onde assistir ao novo “Batman” em Imax e XD

Bourbon Pompeia tem sessões esgotadas para os dias 27 e 28. Outros sete cinemas fazem pré-venda para a estreia

Um dos lançamentos mais aguardados do ano, “Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge” só chega às telas no próximo dia 27, mas já provoca afobação nas bilheterias. Principalmente nas salas Imax e XD, equipadas com tela gigante. A ansiedade dos fãs se faz notar: algumas sessões do primeiro fim de semana já estão esgotadas.

+ Os melhores filmes em cartaz; salas e horários

Os precavidos, neste caso, têm um bom motivo para optar pelas “supersalas”. No novo episódio da saga do Homem-Morcego, o diretor Christopher Nolan usou câmeras Imax para filmar cerca de 60 minutos da trama (o filme dura 2h45). Por meio da tecnologia, as imagens são capturadas em uma película maior (de 70mm) e ganham um “upgrade” em tamanho e resolução, que pode chegar a 10.000 por 7.000 pixels, contra os 2.048 por 1.080 pixels de uma sala padrão.

+ Os melhores e os piores filmes de super-heróis

Antes de “Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge”, outras superproduções de Hollywood recorreram aos equipamentos Imax, ainda que nenhuma tenha aplicado a técnica em tantas cenas. O peso das máquinas e o barulho produzido por elas impedem que um longa-metragem seja rodado integralmente no formato. “Batman – O Cavaleiro das Trevas”, de 2008, e “Missão: Impossível 4”, de 2011, têm cerca de 30 minutos em Imax cada um.

Em São Paulo, apenas quatro cinemas têm esse sistema de projeção. Mas os efeitos grandiosos do filme, sem cópias em 3D, também devem provocar estrondo nas salas 😄 da rede Cinemark. As telas côncavas são um pouco menores que as Imax (10 metros de altura por 19 de largura, contra 14 metros de altura por 21 de largura, aproximadamente), mas cumprem a proposta de envolver o espectador em uma experiência imersiva, com alta qualidade de som.

Na imagem abaixo, veja a comparação entre uma projeção convencional (em detalhe branco) e um filme Imax:

Confira as salas que exibem o longa-metragem. Os bilhetes podem ser comprados nas bilheterias ou pelo site Ingresso.com.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s