Baratinhas voadoras

Interlagos surgiu para substituir as provas de rua

Disputado em 1936 em um circuito no Jardim América, o Grande Prêmio da Cidade de São Paulo inseriu a capital no cenário automobilístico internacional, mas terminou em tragédia.

Na linha de chegada, na Avenida Brasil, o carro da lendária francesa Hélle-Nice matou quatro pessoas. Só uma corda isolava o público. O grave acidente motivou a construção do Autódromo de Interlagos, inaugurado em 1940.

O curioso é que os espectadores continuaram misturados aos bólidos até o fim dos anos 60, quando foram construídos alambrados e arquibancadas.

Hoje, mesmo com a presença do circuito, o automobilismo de rua resiste em São Paulo com a Fórmula Indy: neste domingo (5), a quarta edição da etapa brasileira da categoria será disputada em um percurso no Sambódromo do Anhembi e na Marginal Tietê.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s