Bancos instalados na reforma da Praça da República geram polêmica

Na quarta-feira (21), a Praça da República foi reinaugurada depois de uma reforma que durou mais de nove meses. Quatro bancos de madeira como o da foto abaixo foram instalados no local. Por não permitirem que as pessoas se deitem neles, receberam o apelido de “antimendigos”. O secretário das Subprefeituras, Andrea Matarazzo, falou sobre a polêmica a Veja São Paulo:

Os bancos são mesmo antimendigos?

Quem diz isso é preconceituoso. Eles estão na praça para atender toda a população, mendigos ou não.

Mas por que colocar barras de ferro neles?

Pode olhar no Dicionário Houaiss a definição de banco. Eles podem ter apoio para os braços ou não. Existem diversos modelos de banco. Os da Praça da República têm braços, ora! Estão querendo criar polêmica onde não existe.

Então as barras não foram colocadas para impedir que as pessoas se deitem?

Claro que não! Se não dá para deitar no banco, a pessoa deita na grama, que é até mais confortável. Reformamos uma praça centenária e só falam desses bancos. É triste.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s