Árvore vira arte no Parque do Ibirapuera

A obra "Lúdica Teia" surgiu a partir de um eucalipto atingido por um raio há seis meses

Quem atravessa o portão 3 do Parque do Ibirapuera depara com um “discreto” eucalipto de 23 metros de altura e 15 toneladas derrubado no chão. A árvore foi atingida por um raio há seis meses e depois de cortada serviu de matéria-prima para a obra intitulada “Lúdica Teia”, do designer gaúcho Hugo França, que fica pronta na terça (23). O artista aproveitou o tronco para escavar um túnel, por onde crianças, e até adultos, desde que agachados, podem entrar, dando acesso a um vão aberto. Nos galhos, cordas foram penduradas simulando uma teia de aranha gigante. “O parque tem 15 600 árvores, e pretendo continuar o trabalho. Gostaria de transformar todas as árvores que caem na cidade de São Paulo”, diz o designer.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s