Estrela de cinema

Kelly, um tradicional modelo Hermès, contracena com Kate Hudson em 'À Francesa'

No filme ‘À Francesa’, de 2003, dois ícones da Hermès atuam como coadjuvantes da atriz Kate Hudson. Primeiro, a bolsa Kelly, que ganhou fama quando, em 1956, a princesa de Mônaco, Grace Kelly, usou um exemplar, então conhecido como sac à dépêches, para esconder dos paparazzi a barriguinha da primeira gravidez. O segundo é o lenço de seda, o carré (quadrado). O item passou a ser fabricado em 1937, ano do centenário da maison francesa. No filme, a Kelly (de crocodilo vermelho) funciona como o convite tácito do personagem de Thierry Lhermitte para Kate tornar-se sua amante. Em contrapartida, o lenço sinaliza, bem à francesa, que o caso chegou ao fim. 

 

UMA LINHA QUE VALE OURO 

Tiffany & Co - Luxo - 2191a

Tiffany & Co – Luxo – 2191a

Pela primeira vez em mais de um século e meio de história, a Tiffany & Co. lança uma linha de bolsas. Desenvolvidos pelos designers John Truex e Richard Lambertson, os 44 modelos são “encarnações” de couro das joias da casa. Colares e braceletes viram alças e as cores das gemas tingem as peças. Custam entre 672 reais e 28 050 reais, e não serão vendidas no Brasil.

 

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s