Aeroporto de Guarulhos sofre com pouco espaço no estacionamento

Cumbica tem 3 780 vagas para cerca de 10 000 automóveis que circulam por ali diariamente

Voar no Brasil na última década virou sinônimo de check-in demorado, decolagens fora do horário e filas intermináveis na alfândega. Nos últimos meses, os viajantes que utilizam o Aeroporto Internacional Governador André Franco Montoro, em Guarulhos, o maior do país, passaram a conviver com um novo calvário: a falta de vaga para estacionar. Todos os dias, em torno de 10 000 automóveis disputam as 3 780 existentes ali.

No início da manhã e em alguns períodos da noite, portanto, é preciso rodar por cerca de quinze minutos até encontrar um lugar vazio. Foi o que a reportagem de VEJA SÃO PAULO constatou em visita na penúltima sexta (19), às 7h15 da manhã. Embora não estivesse lotado, o local operava no limite — contamos apenas 35 espaços disponíveis, bem afastados. Apressados, alguns motoristas deixavam o carro sobre calçadas e canteiros de grama. “Venho aqui, em média, uma vez por mês”, disse o proprietário de uma caminhonete vermelha, parada em ponto proibido. “Não posso perder quase meia hora procurando vaga.” Condenável, a prática não acarreta multa, pois se trata de um ambiente público administrado por uma empresa privada, a Maxipark.

Fiscalizado pela Polícia Militar, o tráfego nas plataformas de embarque e desembarque, por onde transitam diariamente mais de 70 000 passageiros, costuma ser igualmente caótico. “Muitas pessoas acham que é permitido ficar nesses trechos por até dois minutos se o motor continuar ligado”, diz o sargento José Augusto Sartin, um dos responsáveis pela base local da PM. “Nossa missão é deixar essas áreas sempre livres.”

Dezenas de motoristas, impedidos de aguardar ali, costumam esperar parentes ou conhecidos em vias também proibidas ao redor de Cumbica. A Infraero anunciou no ano passado a construção de um edifício no qual caberiam 4 000 carros. O prédio ajudaria a aliviar o problema, mas não saiu do papel — a estatal alega que ainda está preparando o projeto para a licitação e não divulga prazos. Pelo menos por enquanto, portanto, a única saída para quem precisa estacionar no terminal é sair de casa mais cedo. Ou recorrer às garagens vizinhas.

Cumbica Guarulhos 2193

Cumbica Guarulhos 2193

Para fugir do caos

Estacionamentos ao redor do terminal são opções práticas e baratas para viajantes

Uma boa dica para quem vai embarcar em Cumbica e planeja deixar o carro parado durante um longo período são os outros estacionamentos da região. Todos dispõem de vagas cobertas, têm seguro, ficam abertos noite e dia e oferecem gratuitamente transporte de ida e volta até o terminal. O próprio passageiro manobra e leva a chave. Se o trânsito estiver livre, o traslado demora, em média, oito minutos. Parte dessas garagens trabalha com estadias mínimas de 24 horas. A diária sai por cerca de 20 reais — em Cumbica, custa 31,50 reais. Em dias de chuva, os clientes desses estabelecimentos desfrutam outra vantagem: a certeza de que entrarão secos em seus automóveis. Para fidelizar a clientela, alguns proprietários investem em pequenos mimos. Quem deixa o veículo por mais de 48 horas no Circus Parking, por exemplo, ganha uma lavagem externa. Já no Park & Board (veja os endereços abaixo), a partir de janeiro o viajante poderá aproveitar para proteger a mala com um plástico, ao custo de 10 reais. “Queremos ser vistos como uma extensão do aeroporto”, conta o gerente Juarez da Cruz.

Cumbica Guarulhos 2193

Cumbica Guarulhos 2193

■ Airport Park. Avenida Monteiro Lobato, 4250, Guarulhos, tel.: 11 2446-4444.

Diária: 22 reais.

■ BR Express Parking. Rodovia Presidente Dutra, quilômetro 219 (sentido

Rio de Janeiro), Guarulhos, tel.: 11 2085-2797. Diária: 21,60 reais.

■ Circus Parking. Rua Asea, 60, Guarulhos, tel.: 11 2468-8311. Diária: 20,40 reais.

■ Fly Park. Rua Pedro de Toledo, 977, Guarulhos, tel.: 11 2405-5657. Diária: de

18 a 21,60 reais.

■ Park & Board. Rodovia Presidente Dutra, quilômetro 218 (sentido São

Paulo), Guarulhos, tel.: 11 2303-7000. Diária: de 18 a 20,88 reais.

■ Zastrás. Rua Pedro de Toledo, 777, Guarulhos, tel.: 11 2088-3000. Diária: de

15,30 a 16,80 reais.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s