A história das constituições brasileiras

Em 1932, os paulistas foram convocados para aderir à Revolução Constitucionalista. O movimento deixou heranças como o cartaz à esquerda, que inspirou a publicidade da direita, de 1933. “A mulher fumando retrata a luta pela liberdade feminina”, afirma o historiador da arte José Luis Alfonso. Ele é curador da exposição As Constituições Brasileiras, com 450 itens que contam a história das leis do país, em cartaz no Museu de Arte Brasileira, na Faap (Rua Alagoas, 903, Higienópolis, 3662-7198), até 2 de novembro.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s