Publicidade

Postado em 25/06/2010 por Gustavo Di Lorenzo Villas Boas | 3 comentários

10 filmes de vampiros – proteja seu pescoço!

Com a aproximação da chegada de “Eclipse”, da saga Crepúsculo, às telonas, o clima vampiresco volta ao nosso dia-a-dia. Esses seres noturnos, apaixonados por sangue e com forte intolerância ao alho, estão sempre presentes nas produções cinematográficas.

Os fãs desses indivíduos de caninos grandes agora têm motivos para ir à locadora e gastar algumas horas na frente da TV. Selecionamos 10 filmes sobre o tema. Confira:

SAGA CREPÚSCULO

Baseado em livros homônimos da autora Stephenie Meyer, a saga Crepúsculo é sucesso absoluto no mundo todo. A trama apresenta outra abordagem com os famosos personagens noturnos. O destaque não é dado a batalhas, conflitos com humanos ou sequer jornadas por sangue. A história trata do romance (e todas suas limitações) entre o vampiro Edward Cullen e a humana Bella Swan.

A série, até agora, conta com Crepúsculo, Lua NovaEclipse (que chega no próximo dia 30 aos cinemas).

BLADE

Adaptado de quadrinhos da Marvel, Blade é meio vampiro, meio humano – isso devido à mordida que sua mãe levou durante a gravidez, levando-a à morte. Agora, em busca de vingança, ele abusa de sua imortalidade para caçar essas criaturas.

Com o sucesso do primeiro longa, a sequência teve três continuações: ‘Blade 2′, ‘Blade Trinity’ e ‘Blade: The Series’ (série televisiva de 2006).

VAN HELSING (2004)

A literatura, antes mesmo da sétima arte, é fiel defensora dessas figuras exóticas. Em 1897, foi escrito o mais conhecido conto de vampiros da história: ‘Drácula’, de Bram Stoker. Van Helsing é inspirado nesse livro, mesclado com diversas outras influências da mitologia do terror.

Van Helsing é um caçador de monstros, com a missão de assassinar o poderoso Conde Drácula. Na sua saga em busca desse grande mentor do mal, o caçador terá que lidar com incertezas e surpreendentes descobertas.

A RAINHA DOS CONDENADOS (2002)

Falar de literatura de terror e não lembrar de Anne Rice seria um crime. A escritora é uma autoridade no gênero e criadora do personagem Lestat, quase um Drácula moderno.

A Rainha dos Condenados é a adaptação de um dos livros da autora e relata o acordar de Lestat, após anos de sono profundo, no momento atual. Com tudo diferente do que tinha vivido, o imortal resolve se adaptar e se torna um grande nome do rock mundial. Mas a verdade é que seria muita inocência acreditar que o grande Lestat poderia viver uma vida normal.

ENTREVISTA COM O VAMPIRO (1994)

É baseado em um livro homônimo, também de Anne Rice, porém anterior a ‘A Rainha dos Condenados’. O vampiro Louis (Brad Pitt) conta para um jovem repórter a sua história de vida. Desde sua transformação, com a mordida do grande Lestat (Tom Cruise), até sua busca por outros que, como ele, não vêem a vida eterna como uma forma de superioridade.

NOSFERATU, UMA SINFONIA DE HORRORES (1922)

F. W. Murnau foi um nome essencial na história da sétima arte – considerado por muitos um dos maiores produtores do cinema mudo. Vista com sua obra principal, Nosferatu estreou em 1922. O personagem Nosferatu é, na verdade, o próprio Conde Drácula (de Bram Stoker), porém o nome original não pode ser utilizado, por proibição da própria viúva de Stoker.

Curiosidade: apesar das mudanças na nomenclatura, a fita foi proibida por questões de direitos autorais. As cópias da película foram destruídas, restando apenas algumas, que permanceram guardadas até a morte da viúva e, posteriormente, voltaram à circulação.

DRACULA (1931)

Considerado um remake de ‘Nosferatu’, em 1931 estreava Dracula. Sem a autorização de Murnau, foi o primeiro passo da ‘Universal Studios’, junto com ‘Frankenstein’, nos filmes de horror.

Curiosidade: O ator húngaro Bela Lugosi, protagonista da trama, foi convidado também para interpretar o monstro Frankenstein, mas recusou. Ele é um grande ícone da produção de terror, em todo o histórico do estilo.

A DANÇA DOS VAMPIROS (1967)

O tema sombrio parece atrair os grandes diretores. 1967 foi o ano de Polanski dirigir a sua película do gênero. A Dança dos Vampiros é uma comédia na qual o próprio diretor trabalha como ator e co-roteirista.

A fita trata do mito vampiresco de forma satírica, com um abordagem alternativa. Polanski interpreta o medroso assistente de um professor especializado nessas criaturas noturnas. Juntos, eles viajam para a Transilvânia e acabam se envolvendo em uma aventura que vai suprir todas as expectativas do professor.

DRÁCULA DE BRAM STOKER (1992)

Outra adaptação do clássico livro, agora homenageando o autor no título. Dessa vez é Francis Ford Coppola (O Poderoso Chefão) quem assina o trabalho.

Levou três das quatro estatuetas para as quais foi indicado: Melhor Maquiagem, Melhor Figurino e Melhores Efeitos Sonoros – perdendo apenas em Melhor Direção de Arte. Além do forte nome na direção, tem um elenco notável, com nomes como Winona Ryder, Anthony Hopkins e Keanu Reeves.

DEIXA ELA ENTRAR (2008)

É a fuga do formato tradicional dos filmes dessa abordagem. Deixa Ela Entrar é um longa sueco que trata da relação humana, com um personagem nada humano. Oskar tem 12 anos e sofre bullying na escola. Atormentado pela solidão imposta, apaixona-se por sua vizinha – garota que, como todas de sua espécie, depende de sangue para viver.

O resultado é uma forte prova de que, apesar de desgastada, a temática ainda pode gerar bons frutos. ’Deixa ela Entrar’ é guiado pela mesma questão-chave da série Crepúsculo: o amor realmente aceita grandes diferenças?

+ ‘Crepúsculo’: faça o quiz e descubra se você é fera na saga
+
Veja tudo sobre a saga Crepúsculo
+
Confira todas as listas do blog ‘Cine Vejinha

Comentários sobre "10 filmes de vampiros – proteja seu pescoço!"

  1. Thais Rory comentou em 01/07/2010:

    Adoro vampiros!!!
    E adorei a reportagem, só uma correção: Drácula de Bram Stocker foi escrito em 1897 e não 1987, sei que foi um erro de digitação, mas 1987 é muito recente, né?

  2. Gustavo Di Lorenzo Villas Boas comentou em 01/07/2010:

    Obrigado, Thais! Já fizemos a correção.

  3. Alex comentou em 13/01/2012:

    Crepúsculo não é filme de vampiros, é filme de fadas.

Comentar sobre "10 filmes de vampiros – proteja seu pescoço!"





Publicidade

Publicidade

Publicidade