Comer muito doce todos os dias pode causar diabetes no futuro?

Paulo Rosenbaum, endocrinologista do Hospital Israelita Albert Einstein, responde

Pelo senso comum, muita gente associa o consumo exagerado de doces à ocorrência de diabetes. No entanto, essa crença está incorreta. O diabético, de fato, não deve ingerir doces. Mas uma pessoa saudável não se tornará diabética apenas porque consome uma quantidade grande desse tipo de alimento.

Há dois tipos de diabetes: tipo 1 e 2.

O tipo 1 é autoimune, ou seja, é causado por uma condição na qual o sistema imunológico fica desorientado e ataca o próprio corpo e os órgãos que deveria proteger. Costuma ser diagnosticado ainda na infância ou na adolescência, mas também pode ser descoberto na fase adulta. Nesse caso, os anticorpos atacam as células do pâncreas, fazendo com que a insulina não seja processada, aumentando os índices glicêmicos. Essa variedade sempre é tratada com o uso de insulina e controle alimentar.

O tipo 2, por sua vez, não é autoimune. Ocorre quando o organismo não consegue processar a insulina de forma adequada, ou não produz insulina suficiente para controlar a taxa de glicemia. Provocado sobretudo pelo acúmulo de maus hábitos no dia a dia, é o tipo mais comum entre os diabéticos.

“Entre as principais causas do tipo 2 estão o aumento de peso provocado por hábitos alimentares errados, associado à falta de atividade física. O excesso de calorias ingeridas acumula-se na forma de gordura, levando ao aumento do risco do desenvolvimento do problema”, explica o endocrinologista Paulo Rosenbaum, do Hospital Israelita Albert Einstein. Em graus leves, a doença do tipo 2 pode ser controlada com exercícios físicos e dieta alimentar, com restrição de açúcares e gorduras, a necessidade do uso de insulina.

Os primeiros sintomas da doença são aumento de sede e do apetite, urinar com maior frequência, alteração visual, boca seca, emagrecimento e fraqueza. Para pessoas com pais ou mães que tenham a doença, é preciso redobrar a atenção. O diabetes, principalmente o tipo 2, pode ocorrer por fatores hereditários.

No caso de pessoas saudáveis, pode-se prevenir o surgimento do diabetes com a prática regular de atividade física e reeducação alimentar, com consumo maior de verduras, frutas e legumes e menor de açúcares, gorduras e carne vermelha. “O vilão das dietas não é o açúcar ou gordura, mas o excesso de calorias ingeridas”, esclarece Rosenbaum.

Veja também
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s