Matéria do ‘Globo Esporte’ em evento asiático provoca polêmica

Cena aconteceu durante o Glory Of Heroes, evento chinês que aconteceu no último dia 4 de março em São Paulo

Uma reportagem da edição paulista do Globo Esporte sobre artes marciais está provocando polêmica nas redes sociais. Muita gente criticou o tom da matéria, considerado debochado por alguns internautas, e reclamou de preconceito contra asiáticos.

A cena ocorreu durante o Glory Of Heroes, evento chinês que aconteceu no último dia 4 de março em São Paulo. Ao entrevistar um mestre de kung-fu, a repórter Camila Silva pergunta: “Quarenta anos no Brasil e ainda fala ‘mistula’?”. A pergunta o deixa o visivelmente constrangido. “Ainda tá meio enrolado… é que os meus pais falam chinês comigo”, ele explica.

Em outro trecho, ela pede para que um homem de origem chinesa pronuncie a palavra ‘frango’.

Assista ao vídeo:

Depois da repercussão do vídeo, divulgado no YouTube pelo canal Yo Ban Boo, a jornalista pediu desculpas a alguns internautas.

Não é a primeira vez que a comunidade asiática critica a Globo. Em agosto do ano passado, houve protestos porque o casting principal da novela Sol Nascente não tinha nenhum ator de origem oriental. A novela conta a história de duas famílias de origem italiana e japonesa.

Confira a repercussão:

Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa página no Facebook.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Paulo Yoshimura

    Gostaria que essa “jornalista” fosse morar na China por 20 anos, como esse senhor chines, e fosse entrevistar os Chineses com sua pronuncia perfeita. Gostaria que ela mandasse o Chinês pronunciar “PLETO”

  2. Sergio Oliveira

    esse mundo está essa droga por causa de tanto mi mi mi…foi uma reportagem descontraída, bom humor..agora tudo é preconceito, tudo é coisa ruim… temos que voltar a ter humor, sorrir, sacanear mais…não esse lixo de falso moralismo que estamos vivendo..ta ficando tudo sem graça…

  3. Dinorah Batista

    Pelamordedeus. Foi só uma conotação infeliz na matéria. Não vejo nenhum preconceito. Parem com essa perseguição do politicamente correto. Ficou claro que a repórter quis fazer uma matéria engraçadinha. Foi infeliz. Mas foi só isso. Não tem polêmica não.

  4. Dinorah Batista

    Pessoal. Para com isso… Deixa disso… Não tem nada de preconceito. Ficou claro que a repórter quis fazer uma matéria engraçadinha. Mas foi só uma infelicidade. Não ví nenhum chinês constrangido ou aborrecido com as perguntas dele. Tá tudo bem… Esse exagero do politicamente correto já cansou.

  5. marcio rodrigo barbosa

    Imagina se fosse ao contrário …o tanto de otario que fala “não existe mesmo racismo inverso”

    OLHA ESSA PROVA

  6. Ubiracy Rufino rezende

    A repórter é afro-descendente, imagina se fosse o contrário.

  7. Dinorah Batista e Sergio Oliveira garanto que se fosse com alguma porcaria tipo BBB vocês não iriam achar mimimi.