História de amizade entre jovem com câncer e gato emociona web

A adolescente tinha apenas 12 anos de idade quando foi diagnosticada com a doença e pediu para a família resgatar a mascote

Kylie Myers tinha apenas 12 anos de idade quando foi diagnosticada com câncer ósseo metastático. Ela começou o tratamento imediatamente, algo que sua mãe, Robin, descreveu como “brutal”. A adolescente, no entanto, sempre encontrava maneiras para se manter alegre e espirituosa.

O tratamento ia bem. Foi quando a jovem resolveu pedir por um filhote de gato de presente — o quinto animal de estimação da família Myers. A mãe de Kylie fez um acordo com a filha: ela deveria esperar até o fim da radioterapia. Nos últimos dias de tratamento, no entanto, uma dor no ombro revelou que o câncer se espalhou para o resto do corpo da adolescente e ela não sobreviveria à doença.

a

Após retornar ao hospital, a jovem pediu, uma última vez, pelo gatinho, desta vez para o seu pai, Mark. O homem não hesitou ao fazer algumas ligações e, em apenas uma hora, a família tinha adotado a mascote — que foi batizada como Liza por Kylie. Ao chegar ao hospital, a gatinha se aproximou prontamente da dona e colocou sua patinha em seu ombro.

Kylie foi a dona de Liza por apenas dois dias e meio, mas Robin garante que a gatinha “estava completamente devotada a amar” a adolescente. “Ela tinha um propósito e foi uma das situações mais bonitas que eu já vi em minha vida“, contou a mãe da menina. O último desejo da jovem foi que seus pais encontrassem uma maneira de curar o câncer infantil e, é claro, cuidar da mascote.

Após a morte de Kylie, Liza ajudou a confortar a família, que mora em Georgia, nos Estados Unidos. “Eu começava a chorar e a Liza vinha até onde eu estava e ficava comigo até eu me acalmar. A Kylie pediu para que a gente cuidasse da Liza, mas é como se ela tivesse pedido para a gatinha cuidar da gente também“, desabafou a mulher.

b

Um ano após a morte de Kylie, a família contou sua história ao “Mutual Rescue”, um grupo que cria curtas-metragens que mostrar o poder da conexão entre humanos e animais, especialmente os que foram resgatados. Eles escolheram a história da adolescente e não só transformaram a belíssima amizade em vídeo, como também lançaram uma fundo em parceria com os pais da jovem para arrecadar fundos com o objetivo de investir no desenvolvimento e pesquisa para o câncer infantil e também para ajudar animais desabrigados. Assista: 

A nossa meta é manter os animais desabrigados e as crianças com câncer no foco dos doadores ao compartilhar a história de Kylie e Liza“, um representante contou ao BuzzFeed. “Nós criamos a série de filmes Mutual Rescue para mostrar o poder transformador das conexões entre humanos e animais. Robin e Mark Myers queriam compartilhar essa história para honrar o último pedido de Kylie: tomar conta do gatinho e encontrar a cura para o câncer infantil“.

Dê sua opinião: E você, o que achou da emocionante história? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa página no Facebook!

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s