Vila Maria Zélia completa 100 anos

Criada em 1917 para abrigar empregados de fábrica, o espaço na Zona Leste acabou recebendo perseguidos políticos do Estado Novo

Uma extensa programação de atividades culturais celebra o centenário de fundação da Vila Maria Zélia neste mês. As atrações incluem um piquenique com música, no sábado (20), e exibição de vídeos no armazém da região, no dia 27.

Concebida para abrigar as famílias dos 2 100 funcionários da Companhia Nacional de Tecidos de Juta, a vila, no bairro do Belenzinho, na Zona Leste, foi inaugurada em 1917, após cinco anos de obras.

Idealizado pelo industrial Jorge Street e projetado pelo arquiteto francês Paul Pedraurrieux, o complexo incluía escolas (uma para meninas e outra para meninos), restaurante, salão de baile, campo de futebol e uma igreja, a Capela São José.

Vila Maria Zélia nos anos 20

Vila Maria Zélia nos anos 20 (Acervo Jorge Street / Casa da Imagem/Veja SP)

Com residências que contrastavam com os precários cortiços do entorno, a vila operária passou poucos anos nas mãos de seu fundador. Street se desfez de tudo para quitar dívidas. Depois de pertencer às famílias Scarpa e Guinle, o lugar acabou improvisado como cadeia durante o Estado Novo, na década de 30, chegando a abrigar 700 presos políticos.

Em 1992, o espaço foi tombado pelos conselhos de preservação do patrimônio histórico do município (Conpresp) e do Estado (Condephaat). Hoje, serve de locação para filmes e novelas.

vila-maria-zelia.jpeg

Uma das estruturas do local (Divulgação/Veja SP)

Escola das Meninas na Vila Maria Zélia

Escola das Meninas na Vila Maria Zélia (Davi Ribeiro/Veja SP)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s