Viena investe 3 milhões de reais na loja Delish, que reúne bar, pizzaria e hamburgueria

Em um quiosque de 50 metros quadrados no Conjunto Nacional, o Viena foi inaugurado, em agosto de 1975, como uma espécie de lanchonete, digamos, arrumadinha. A ideia de oferecer uma coxa-creme ou um prato expresso de estrogonofe a quem estava com pressa deu uma nova cara à comida rápida paulistana — e o negócio se […]

Registro de 1980 com funcionários da loja do Conjunto Nacional (Foto: Reprodução)

Registro de 1980 com funcionários da loja do Conjunto Nacional (Foto: Reprodução)

Em um quiosque de 50 metros quadrados no Conjunto Nacional, o Viena foi inaugurado, em agosto de 1975, como uma espécie de lanchonete, digamos, arrumadinha. A ideia de oferecer uma coxa-creme ou um prato expresso de estrogonofe a quem estava com pressa deu uma nova cara à comida rápida paulistana — e o negócio se desdobrou numa rede de 98 unidades no Brasil.

+ Principal reduto de compra e venda de veículos usados, o feirão do Anhembi acontece há 42 anos

A implementação de bufês de salada e sobremesa nas praças de alimentação dos shoppings funcionou como motor da expansão, no fim da década de 80. Nas unidades de atendimento à la carte, chiques eram os pratos de nome francês. “Eu não sabia nem ler nem escrever e tive de aprender como anotar o pedido de chateaubriand, que os clientes adoravam”, lembra Maria Stela Bento, a garçonete de matrícula número 2 da
loja do Iguatemi.

O recém-inaugurado salão: pé-direito de 5,5 metros (Foto: Leo Martins)

O recém-inaugurado salão: pé-direito de 5,5 metros (Foto: Leo Martins)

Hoje nas mãos da multinacional International Meal Company, a marca escolheu esse ponto para fazer uma grande reforma e reabrir agora com o nome Viena Delish. Com um investimento de 3 milhões de reais, o espaço ganhou pé-direito de 5,5 metros, salão de paredes brancas dividido em oito ambientes e cardápio exclusivo para essa unidade. “Descobrimos num recorte de jornal da época o sanduíche brasileirinho, de feijão-branco e lombinho, e decidimos atualizar a receita”, conta o chef Du Cabral (ex-Eataly).

Rebatizado à moda americana, o atual pork & beans sai por 34 reais. Nos 280 metros quadrados de salão, há lugar ainda para duas mesas comunitárias, uma hamburgueria com a bandeira Bullguer e um bar de coquetelaria, sob a orientação do bartender Alex Zemczak (ex-Isola).

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s