Onde andam estas Sex-Symbols dos anos 70 e 80? – parte 2

As grandes musas das pornochanchadas

Na primeira parte deste post, que você pode ler aqui, relembramos algumas das mais desejadas sex-symbols dos anos 70 aos 90, e por onde elas andam hoje em dia. Nesta segunda parte, vamos recordar mais algumas dessas eternas musas, a maioria delas atrizes dos clássicos da pornochanchada.

Apesar da conotação “pornochanchada”, esses filmes não têm nada de pornográficos. Era um estilo de filmes predominante no cinema nacional nos anos 70 e 80, e de onde saíram diversos nomes que se tornariam conhecidos na televisão nos anos seguintes. Invariavelmente com alguma nudez, às vezes até mais ousada, os filmes puxavam para o lado da comédia, daí o sufixo “chanchada”. Muitas das atrizes desses filmes se tornaram sex-symbols daquela época, e até hoje são lembradas com carinho por quem viveu aqueles anos.

 

• Zilda Mayo
Começou fazendo figuração em um filme produzido por Silvio Santos, e logo foi ser telemoça do programa dele. A partir de 1976, fez mais de 40 pornochanchadas, até 1988. Foi capa de diversas revistas masculinas e considerada a mulher mais gostosa do cinema nos anos 80. Hoje em dia é atriz de teatro, e por algum tempo fez um stand up comedy com histórias da Boca do Lixo.

(Reprodução)

 

• Nídia de Paula
Atriz e modelo dos primeiros anos da pornochanchada, ela fez mais de 15 filmes, e foi capa de diversas revistas masculinas da época. Abandonou a carreira em 1980 e hoje é corretora de imóveis.

(Reprodução)

 

 

• Sandra Barsotti
A linda menina de olhos grandes e verdes estreou no cinema em 1971, e durante aquela década consagrou-se como atriz de pornochanchadas e também como protagonista de novelas da Globo. Esteve em O Casarão e Pecado Capital, e continuou a fazer novelas nos anos 80.

(Reprodução)

 

 

• Zaira Bueno
Gaúcha de Porto Alegre, ela também estrela dos filmes da Boca do Lixo nos anos 70 e 80, e foi capa da Playboy em 83. Fez também trabalhos no teatro e na televisão. Hoje em dia, mora nos Estados Unidos, onde tem um Spa.

(Reprodução)

 

 

• Nicole Puzzi
Estrela das pornochanchadas nos anos 70 e 80, seguiu carreira de atriz e fez algumas novelas entre Globo, Bandeirantes, Manchete, Record e SBT. Ainda hoje é ligada de certa forma aos anos dourados da Boca do Lixo: escreveu um livro sobre o assunto e apresenta o programa Pornolândia, no Canal Brasil. Ela é vegetariana e defensora dos direitos dos animais.

(Reprodução)

 

 

• Monique Lafond
Estreou no cinema em 1968, aos 14 anos, e em 73 na televisão, na novela Os Ossos do Barão, da Globo, onde fez diversas novelas até recentemente. Foi uma das musas do cineasta Walter Hugo Khouri, com que fez 4 filmes. Posou para a revista Ele Ela em 1974 e 1975 e foi capa da Playboy em 1981. Hoje em dia, além de atuar esporadicamente na TV, dá aulas de teatro e dirige peças.

(Reprodução)

 

 

• Angelina Muniz
Grande símbolo sexual dos anos 80, esteve na capa da Playboy por 3 vezes naquela década. Fez alguns filmes da era de ouro das pornochanchadas e faz novelas desde 1978 até os dias de hoje. Ela também teve uma curta carreira de cantora, e tem um disco gravado em 1984.

(Reprodução)

 

 

• Adele Fátima
A ex-mulata do Sargentelli fez algumas pornochanchadas nos anos 70 e 80 e até participou do filme 007 Contra o Foguete da Morte, com Roger Moore, mas suas cenas foram cortadas da edição final. Continuou fazendo cinema nos anos 90 e também alguns papéis na TV. Hoje ela é ambientalista.

(Reprodução)

 

 

• Selma Egrei
Atriz requisitada do cinema nacional, antes, durante e depois das pornochanchadas. Também atua na televisão desde 1970, em diversas novelas e especiais em praticamente todas as emissoras. Atualmente se dedica ao teatro.

(Reprodução)

 

 

• Noelle Pine
Uma das maiores musas da Boca do Lixo, Noelle fez 15 filmes entre 1976 e 1985. Teve também uma carreira de atriz e TV e cinema na Espanha. Hoje, é escritora e também fotógrafa. Lançou o livro Luz, Cama, Ação, onde conta os bastidores de sua época nas pornochanchadas.

(Reprodução)

 

 

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s