O que se dava de presente no Dia dos Namorados antigamente?

Década a década, os costumes mudaram e os presentes também

Em 1948, o então publicitário João Doria instituiu o Dia dos Namorados no Brasil, como forma de aquecer o comércio no mês de junho. Foi escolhido o dia 12 porque é véspera do dia de Santo Antônio, conhecido como santo casamenteiro. João Doria era pai do atual prefeito de São Paulo.

O slogan “não é só com beijos que se prova o amor” foi um sucesso, e firmou a data como a terceira mais rentável para o comércio, atrás apenas do Natal e do Dia das Mães. Ao longo das décadas, o costume se consolidou e casais apaixonados passaram a trocar presentes nesse dia, e acompanhando a evolução, cada época teve seu hit, aquele presente que foi o campeão de vendas. Veja quais foram, década por década.

Anos 50: Perfumes e cosméticos
Nos primeiros anos da comemoração, os perfumes eram os presentes mais desejados pela garotas, e também novos cosméticos que começavam a ganhar seu mercado no país.

(Reprodução)

 

Anos 60: Roupas
As roupas transadas dos anos 60 eram o presente mais comum que os namorados davam às suas eleitas. Elas, por sua vez, costumavam dar a eles conjuntos incrementados para barbear, lançados pela Gillette naqueles anos, o objeto de desejo dos rapazes mais modernos.

(Reprodução)

 

Anos 70: Discos
Discos eram os presentes mais comuns nos anos 70, principalmente os compactos simples, que traziam somente uma música de cada lado. Era um presente barato, unissex, e que sempre podia ser curtido a dois por muito tempo depois que a data comemorativa passava.

(Reprodução)

 

Anos 80:Bijuterias
A década das cores também foi refletida nos presentes dos namorados. Foram os anos em que mais se vendeu bijuterias e adornos de todos os tipos e cores, principalmente peças plásticas, que eram a marca da geração anos 80.

(Reprodução)

 

Anos 90: CDs
O disquinho prateado chegou nos anos 80, mas foi na década de 90 que ele se tornou muito popular e com preço acessível. Os CDs foram o item mais presenteado naqueles anos, não só no Dia dos Namorados, como também no Natal e em aniversários.

(Reprodução)

 

Anos 2000: Livros e assinaturas de revistas
Mesmo com a era da internet ganhando força nessa época, livros e assinaturas de periódicos foram o presente mais dado nos anos 2000, sendo responsáveis por uma média de 17% de toda a venda do Dia dos Namorados naquela década.

(Reprodução)

 

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s