Sete lições da vitória de Trump para a sua carreira

O triunfo de Donald Trump na eleição americana pegou todo mundo de surpresa.  Goste-se ou não do republicano, sua trajetória no mundo empresarial e na política tem lições importantes para a vida profissional qualquer pessoa. Confira algumas delas:  Gosta de se desafiar – Trump se formou na universidade de Wharton, nos Estados Unidos, uma das mais […]

donald trumpO triunfo de Donald Trump na eleição americana pegou todo mundo de surpresa.  Goste-se ou não do republicano, sua trajetória no mundo empresarial e na política tem lições importantes para a vida profissional qualquer pessoa. Confira algumas delas: 

Gosta de se desafiar – Trump se formou na universidade de Wharton, nos Estados Unidos, uma das mais competitivas do mundo. Posteriormente, tornou-se escritor e publicou quinze livros, sem qualquer preparo prévio para tal. Quatro dessas obras figuraram na lista de mais vendidos por várias semanas nos Estados Unidos.  Quando foi a última vez que você saiu de sua zona de conforto e foi fazer algo novo?

Sabe tomar decisões – Diferentemente do ator que vemos no palco, Trump é extremamente conservador nos negócios. Ele tende, por exemplo, a comprar propriedades que não são as mais atrativas do mercado se souber que correrá menos riscos. Ou seja: apesar de ser um empreendedor serial, evita correr riscos, e sempre estuda as possibilidades antes de tomar decisões.

Sempre sonhou grandeGrandes empreendedores têm objetivos ousados para eles e suas empresas. Trump se encaixa nesse perfil. Ele coloca metas altas para ele e para seu time e corre atrás o tempo todo para atingi-las. Esse talvez seja o motivo de ter conquistado tanta coisa em sua vida.

Autoconfiante – Trump na TV parece ser extremamente arrogante e frio. Autoconfiança é algo fundamental para um líder. Ou você prefere seguir pessoas inseguras, que não olham no olho, ou que não passam segurança no discurso? Nas horas difíceis, as pessoas mais calmas e que mantêm a autoconfiança são naturalmente ouvidas e seguidas pelos demais.

Apaixonado pelo que faz– Se você está infeliz no seu trabalho, busque uma mudança imediatamente. Pessoas que atuam em áreas alinhadas aos seus objetivos possuem uma maior motivação e, com isso, desenvolvem melhor seu potencial. São seguidos pelos demais e alcançam promoções.  Donald Trump é uma dessas pessoas. Sua personalidade é totalmente alinhada aos seus negócios. Ele claramente gosta do que faz (adora um palco, exposição) e com isso motiva os demais ao seu redor.

Soube se cercar de profissionais leais– Donald Trump tem uma grande capacidade de identificar talentos, e dar chance a pessoas com brilho no olho. Ele não se importa com qual faculdade seus funcionários cursaram, por exemplo. Trump chega a contratar pessoas em apenas 5 minutos de conversa. Diz que consegue sentir a energia do entrevistado. Esse perfil faz com que ele conquiste profissionais fiéis e leais, que trabalham muito para corresponder à confiança dada. Executivos que atuaram com Trump dizem que ele é uma pessoa extremamente leal, genuinamente preocupado com seus profissionais.  A prova disso é que o tempo médio de diretores e gerentes de suas empresas é de mais de dez anos. As pessoas simplesmente NÃO O ABANDONAM  e querem continuar seguindo-o em novos projetos.

Perfil discriminatorio? Pelo contrário – Em suas empresas, Trump faz questão de montar um time o mais heterogêneo possível. Entende que dessa forma surgirão boas idéias. Em relação a gêneros, ele também não tem restrições: em sua empresa de construção residencial, responsável pelas famosas TRUMP TOWERS, o CEO é uma mulher. A mesma coisa acontece em outra de suas companhias, onde contratou um homem de Hong Kong de 26 anos, sem um diploma de curso superior, para uma cadeira de Vice-Presidente. Posteriormente esse homem veio a ser o CEO de todo o grupo.

 Estrutura simples e informal– Mantenha as coisas simples! Apesar de possuir mais de 25 000 pessoas trabalhando em suas empresas, Donald Trump possui uma estrutura de apenas dez diretores para cuidar de todo esse exército. Além disso, trabalha de portas abertas, e estimula os funcionários a entrarem para dar ideias. Ele entende que a empresa precisa ser gerida de forma simples, com decisões rápidas. Na sua filosofia, um time de lideranças grande iria burocratizar esse processo.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s