“Morava em uma casa com centenas de coelhos”

A coelha que teve o corpo coberto de feridas

“Minha ex-dona, uma senhora que morava na Zona Leste, comprou um casal de coelhos. Descuidada quanto ao fato de que nós nos reproduzimos rápido, ela logo se viu com centenas de dentuços em casa. Eu era um deles. Vivíamos abandonados. Estávamos doentes e famintos, em um espaço cheio de sujeira. Somos territorialistas e, como nos apertávamos em quartos pequenos, sempre brigávamos. Eu protegia minha irmã e, por isso, levava um monte de dentadas. Quando um coletivo de protetoras veio nos resgatar, em março do ano passado, eu tinha várias feridas pelo corpo, que me renderam cicatrizes. Esse grupo conseguiu uma nova casa para mim, para onde me mudei três meses depois. No começo, eu era desconfiada e arisca. Aos poucos, fui me soltando. Adoro couve e maçã. Sou só chamegos com minha dona, que é bióloga, e também com meu namorado-coelho que mora comigo (e é castrado), o Koala.”

— Preguiça, 2 anos

+ Duas denúncias de maus-tratos contra animais são registradas diariamente na capital

+ “Quase morri de fome”

+ “Fiquei cego de um olho”

+ “Fui abusada e atropelada”

+ “Cortaram minhas penas”

+ “Não souberam cuidar de mim”

 

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s