publicidade

Resenha por Luiz Fukushiro

Adaptação de Fábio Hilst e Pámela Paz para a obra de Ziraldo. Pouco explorada no teatro infantil, a relação de uma avó e sua neta é o tema central do espetáculo. Muito ativa, Vovó Delícia (Anna Claudiah Vidal) entra no palco de moto. O impacto inicial, porém, se perde em meio à dramaturgia frouxa. Embalada por canções melosas e com coreografias pouco criativas, as cenas retratam situações cotidianas, como tomar sorvete ou ir a uma festa. Sem acrescentar elementos novos à trama, parecem apenas reafirmar a proposição (um tanto óbvia atualmente) de que a terceira idade pode esbanjar vitalidade. Em interpretações forçadas, a neta (vivida pelas crianças Anna Karolina Lannes e Paula Eduarda) e a melhor amiga da avó (Vic Militello) tampouco convencem. Para piorar, a peça desperdiça o vídeo com um depoimento da atriz Tônia Carrero. Sem ligação com o desenrolar da história, a gravação acaba por deixar o programa ainda mais enfadonho. Recomendado a partir de 7 anos.


publicidade